Chicago e Rio são favoritos na escolha da sede de Jogos de 2016

sexta-feira, 2 de outubro de 2009 12:08 BRT
 

Por Paul Radford

COPENHAGUE (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) se prepara para escolher pelo voto a cidade que vai sediar a Olimpíada de 2016, com a maioria dos observadores prevendo uma disputa apertada entre Chicago e Rio de Janeiro.

Depois de as duas cidades e suas rivais, Madri e Tóquio, terem feito cada uma um apelo de 60 minutos aos membros do COI reunidos no Centro de Convenções Bella, em Copenhague, as falas do presidente norte-americano, Barack Obama, em prol de Chicago e do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva em defesa do Rio causaram grande impacto sobre os eleitores.

Obama fez uma aposta enorme ao viajar à capital dinamarquesa para lançar um apelo pessoal ao COI em favor da cidade que ele considera sua.

Se Chicago não vencer a disputa, as implicações para a reputação política de Obama podem ser consideráveis.

O discurso eloquente que Obama fez aos 95 membros do COI com direito ao voto na primeira rodada, seguido por um discurso emotivo da primeira-dama Michelle Obama, foram os dois elementos mais importantes da apresentação em favor de Chicago.

Lula carregou na emoção no apelo direto que fez ao COI para que pare de favorecer a Europa, América do Norte e Ásia e que leve os Jogos Olímpicos à América do Sul pela primeira vez.

A votação começa às 12h10 (horário de Brasília), com a probabilidade de que leve três rodadas até a decisão ser anunciada pelo presidente do COI, Jacques Rogge, em cerimônia que terá início às 13h30.

A previsão é que nenhuma das quatro cidades candidatas consiga uma maioria absoluta na primeira rodada de votos. A cidade que tiver menos votos será eliminada, e será realizada uma segunda rodada.   Continuação...