3 de Outubro de 2009 / às 20:28 / 8 anos atrás

Morales joga futebol para defender disputas na altitude

Por Diego Oré

LA PAZ (Reuters) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disputou uma partida de futebol na região de Oruro, no altiplano boliviano, no reinício da campanha para que a Fifa não ratifique o veto a jogos disputados em altitude superior a 2.750 metros acima do nível do mar.

O jogo, entre o combinado presidencial e antigos astros do futebol boliviano, foi disputado no vilarejo de Orinoca, a 3.800 metros de altitude, onde Morales nasceu há 49 anos.

Em dezembro de 2007 a Fifa anunciou a proibição de jogos na altitude, mas essa medida foi temporariamente suspensa em maio do ano passado.

No entanto, em uma reunião realizada no começo de 2009, a Comissão Médica da Fifa decidiu confirmar a proibição de partidas na altitude, e no próximo encontro da entidade, em outubro, recomendaria aos representantes de suas 208 federações associadas um período de aclimatação de, pelo menos, duas semanas antes da partida.

Diante disto, a Bolívia relançou a campanha contra a proibição de jogos na altitude que, entre outras coisas, inclui diversos estudos médicos.

Um desses estudos concluiu que chegar perto da hora de realização da partida, disputá-la e logo depois deixar o local diminui os efeitos da altitude.

“Vim jogar aqui para mostrar à Fifa que o futebol se pratica onde se vive, portanto, nenhuma organização internacional pode proibir isto de acontecer”, disse Morales antes de começar a partida.

A proibição da Fifa não afetaria apenas o estádio Hernando Siles, na capital boliviana, localizado aos 3.600 metros de altitude, como também o estádio Atahualpa de Quito, 2.850 metros acima do nível do mar e a sede do clube peruano Cienciano, que está a mais de 3.400 metros de altura.

Os estádios Azteca, no México, e El Campín, em Bogotá, ficariam de fora da proibição por estarem a 2.200 e 2.610 metros acima do nível do mar, respectivamente.

No jogo, que teve cerca de 3.000 torcedores nas arquibancadas, a equipe do líder indígena enfrentou um time formado em sua maioria por jogadores da seleção que classificou a Bolívia para a Copa do Mundo de 1994.

Entre os jogadores do time “Bolívia 94” estavam Miguel Angel Rimba, William Ramallo, Julio César Baldivieso, Carlos Borja, Iván Castillo, Johnny Villarroel, entre outros.

Além dos lendários Erwin “Chichi” Romero e o inesquecível goleador Gastón Taborga.

Segundo a Fifa, o Hernando Siles é o segundo estádio mais alto do mundo.

A praça esportiva localizada em maior altitude está nos Andes centrais do Peru. Ali, no estádio Daniel Alcides Carríon, na cidade mineira de Cerro de Pasco, a 4.380 metros acima do nível do mar, joga o clube Unión Minas, que está na segunda divisão peruana há quase uma década.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below