Nelsinho Piquet diz que ainda sonha em ser campeão da Fórmula 1

segunda-feira, 5 de outubro de 2009 07:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Nelsinho Piquet afirmou que ainda sonha em ser campeão da Fórmula 1 e negou que tenha partido dele a ideia de bater de propósito no Grande Prêmio de Cingapura de 2008 para manipular o resultado da corrida.

Ele fez questão de pedir desculpas aos fãs de automobilismo, e afirmou que quer "limpar" essa história logo para concentrar-se em voltar a correr.

"A primeira coisa é admitir o que eu fiz, e agora é me dedicar o máximo possível. Eu sei que vai ser difícil um retorno, mas eu nunca desisti, meu sonho sempre vai ser ser um campeão de Fórmula 1", afirmou Nelsinho em entrevista à TV Globo divulgada na noite de domingo.

O ex-piloto da Renault alega que foi forçado pelo chefe da equipe, Flávio Briatore, e pelo ex-engenheiro-chefe, Pat Symonds, a participar da armação para melhorar sua situação dentro da equipe.

"Na hora deu para entender o que eles estavam tramando. Foi uma conversa e aos poucos eles foram dando a ideia. Falaram: ajudaria a equipe, ajudaria sua situação. E começaram a me convencer aos poucos", afirmou Nelsinho

Após ser suspenso do esporte por cinco anos devido ao envolvimento no escândalo, Symonds afirmou que teria partido de Nelsinho a ideia de bater para favorecer seu então companheiro de equipe, Fernando Alonso, que acabou vencendo a prova. Mas o piloto brasileiro voltou a negar essa acusação.

"Eu não estava com cabeça nem para dizer não para uma história dessas, como é que ia ter cabeça para inventar (isso)", disse ele, explicando que após a prova Briatore bateu nas suas costas e agradeceu.

Briatore foi excluído do esporte pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), enquanto Nelsinho recebeu imunidade da entidade por ter revelado o caso.

Há uma semana, o tricampeão mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet, afirmou que, se o filho tivesse falado com ele antes, jamais teria tido tal atitude, e que Nelsinho foi pressionado pela Renault a bater de propósito.   Continuação...

 
<p>Nelson Piquet, ex-piloto da equipe Renault de F1, chega para audi&ecirc;ncia na FIA, em Paris. Nelsinho Piquet afirmou que ainda sonha em ser campe&atilde;o da F&oacute;rmula 1 e negou que tenha partido dele a ideia de bater de prop&oacute;sito no Grande Pr&ecirc;mio de Cingapura de 2008 para manipular o resultado da corrida.21/09/2009.REUTERS/Gareth Watkins</p>