Real Madri não deve depender de Cristiano Ronaldo, diz diretor

terça-feira, 6 de outubro de 2009 15:08 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Real Madrid não deve contar com talentos isolados como Cristiano Ronaldo para vencer partidas difíceis, disse Miguel Pardeza, diretor esportivo do clube, nesta terça-feira.

O time sofreu sua primeira derrota da temporada no domingo, quando perdeu de 2 x 1 do Sevilla, rival na disputa do título, e ficou três pontos atrás do líder Barcelona.

Foi seu primeiro jogo sem Cristiano Ronaldo, que tem uma lesão no tornozelo, e a mídia local logo disparou que o Real depende demais do jogador português.

"Cristiano é um grande jogador e pode abrir o jogo, decidir partidas, mas um clube como o Real Madrid não pode se dar ao luxo de depender só de um jogador. Não pode ser uma questão individual", disse Pardeza ao jornal El Mundo.

Ele disse estar claro que é preciso melhorar, especialmente na defesa, e que o técnico Manuel Pellegrini precisa de tempo para desenvolver o estilo de jogo do time e as táticas para conseguir desafiar o arquirrival Barcelona.

"O Barça levou quase 20 anos para atingir seu sucesso, seu estilo", disse Pardeza. "As exigências e as expectativas são uma coisa, mas a realidade é outra."

"Entretanto, por mais que você force um time, ele precisa de tempo. Fizemos nossa escolha, e o mais lógico é sustentá-la."

"Pellegrini não perde a calma facilmente e isso é bom. Em um time difícil como este, é bom ter nervos fortes."

 
<p>O Real Madri n&atilde;o deve depender de Cristiano Ronaldo, diz diretor do clube REUTERS/Paul Hanna (SPAIN SPORT SOCCER)</p>