COI vende direitos de TV para Jogos de 2010-12 por US$ 3,8 bi

quarta-feira, 7 de outubro de 2009 12:08 BRT
 

Por Karolos Grohmann

COPENHAGUE (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) obteve um valor recorde de 3,8 bilhões de dólares pelos direitos de TV para os Jogos Olímpicos de 2010 e 2012, e espera superar esse valor para as competições de 2014 e 2016, disse na quarta-feira o presidente da entidade, Jacques Rogge.

A cifra representa um aumento de 1,2 bilhão de dólares em relação ao pacote para os Jogos de 2006 (Olimpíada de Inverno) e 2008 (Olimpíada de Verão).

Os direitos de transmissão pela TV são a maior fonte de faturamento do COI, e Rogge disse na assembleia do COI em Copenhague que estão em curso esforços para maximizar as audiências em novas plataformas, o que inclui internet e celulares.

"Nosso faturamento com direitos de TV é de 3,8 bilhões de dólares para o período de 2010-2012", disse Rogge sobre os acordos já firmados com vistas à Olimpíada de Inverno de Vancouver-2010 e a Olimpíada de Londres-2012.

De acordo com ele, já foram fechados negócios no valor de 920 milhões de dólares para os Jogos de Inverno de Sochi-2014, na Rússia, e a Olimpíada do Rio 2016. Mas o maior contrato para esses Jogos, que sozinho representa bilhões de dólares, é com uma rede dos EUA, e ainda não foi negociado.

Para 2010-12, o acordo é com a NBC, no valor de 2,2 bilhões de dólares.

Fontes do COI disseram nesta semana à Reuters que um acordo com uma rede dos EUA para a temporada 2014-16 deve sair dentro de um ano, mas depende de uma melhora no clima econômico.

O COI ainda precisa concluir acordos para 2014-16 com grandes países europeus, como França, Grã-Bretanha e Alemanha, o que deve resultar num total de centenas de milhões de dólares.

 
<p>O president do COI Jacques Rogge prev&ecirc; faturamento recorde nos direitos de transmiss&atilde;o televisiva dos Jogos da pr&oacute;xima d&eacute;cada REUTERS/Ruben Sprich (SWITZERLAND SPORT OLYMPICS)</p>