Nelsinho deveria ter sido punido, diz ex-piloto Coulthard

sexta-feira, 9 de outubro de 2009 09:27 BRT
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (Fia) deveria ter punido o brasileiro Nelsinho Piquet pela polêmica simulação de acidente no GP de Cingapura no ano passado, afirmou o ex-piloto David Coulthard.

"Eu acho que a Fia deveria ter punido Piquet também", afirmou Coulthard segundo o jornal Times of India nesta sexta-feira. "Ele foi tão culpado quando qualquer outro".

"Foi realmente ruim. Ruim para a F1, ruim para o fãs".

O ex-piloto da McLaren e da Red Bull, que se aposentou no ano passado, falou em evento promocional da Red Bull em Mumbai.

"Eu não sei como alguém pode bater um carro de F1", afirmou. "Passei minha carreira tentando não bater!"

"Ficarei surpreso se ele conseguir voltar para a F1".

Nelsinho desencadeou um dos maiores escândalos da categoria depois de sair da Renault em julho, quando disse à administração da competição que recebeu ordens de bater deliberadamente no GP de Cingapura no ano passado.

Ele afirmou que o fez para ajudar seu companheiro de equipe, Fernando Alonso, que foi inocentado de qualquer envolvimento na conspiração da corrida que venceu.

O chefe da Renault, Flavio Briatore, foi banido da F1 para sempre. Piquet ganhou imunidade em troca de seu testemunho.

(Reportagem de N.Ananthanarayanan)

 
<p>A Federa&ccedil;&atilde;o Internacional de Automobilismo (Fia) deveria ter punido o brasileiro Nelsinho Piquet pela pol&ecirc;mica simula&ccedil;&atilde;o de acidente no GP de Cingapura no ano passado, afirmou o ex-piloto David Coulthard. REUTERS/Mariana Bazo (PERU SPORT MOTOR RACING)</p>