Uruguai se preocupa com qualidade dos atacantes argentinos

terça-feira, 13 de outubro de 2009 16:34 BRT
 

Por Rex Gowar

MONTEVIDÉU (Reuters) - A seleção argentina treinada por Diego Maradona é perigosa devido à qualidade de seus jogadores, independentemente dos problemas que enfrenta nas eliminatórias da Copa do Mundo, disse nesta terça-feira o treinador do Uruguai, Oscar Tabárez.

A Argentina enfrenta o Uruguai no estádio Centenário, em Montevidéu, na quarta-feira, na última rodada das eliminatórias sul-americanas. A equipe de Maradona precisa ao menos de um empate para garantir uma vaga no Mundial de 2010 na África do Sul.

O Uruguai, que está um ponto atrás, precisa da vitória para ficar com a vaga e mandar a Argentina para a repescagem. Se a Argentina perder e o Equador vencer o já classificado Chile, os argentinos ficarão fora de uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 1970.

"A Argentina é muito difícil. A força da equipe vem dos jogadores", disse Tabárez. "Ninguém pode contestar, nem duvidar, da habilidade e qualidade dos jogadores argentinos", acrescentou o treinador em entrevista coletiva.

A Argentina teve problemas nas eliminatórias sob comando de Maradona este ano, com quatro derrotas e um quarto lugar conquistado apenas graças a uma vitória dramática por 2 x 1 sobre o Peru no sábado, com um gol no último minuto.

Maradona tem sido bastante criticado por não trabalhar o aspecto tático da equipe, que consegue bons momentos no ataque graças a jogadas individuais, mas não tem consistência na defesa e meio-campo.

O fato de Messi não conseguir brilhar na seleção da mesma forma que no Barcelona é tema de constante debate em Buenos Aires, e alguns críticos afirmam até que ele deveria ser barrado. Maradona, que vê em Messi seu sucessor, garante que o atacante estará em campo.

O Chile, sob comando do ex-treinador da Argentina Marcelo Bielsa, pode decidir o futuro de três seleções quando entrar em campo já classificado para enfrentar o Equador.

O Equador, que está fora dos cinco primeiros colocados, pode conseguir ao menos uma vaga na repescagem com uma vitória que poderia eliminar Uruguai ou Argentina.

Os quatro primeiros colocados da América do Sul, com Brasil, Paraguai e Chile já classificados, garantem vaga no Mundial da África do Sul. O quinto colocado enfrentará um representante da Concacaf na repescagem.

 
<p>A sele&ccedil;&atilde;o argentina treinada por Diego Maradona &eacute; perigosa devido &agrave; qualidade de seus jogadores, independentemente dos problemas que enfrenta nas eliminat&oacute;rias da Copa do Mundo, disse nesta ter&ccedil;a-feira o treinador do Uruguai, Oscar Tab&aacute;rez. REUTERS/Andres Stapff (URUGUAY SPORT SOCCER)</p>