Defensor jamaicano Oraine Simpson morre esfaqueado

quarta-feira, 14 de outubro de 2009 18:46 BRT
 

KINGSTON, Jamaica (Reuters) - O defensor jamaicano Oraine Simpson morreu após ser esfaqueado, informou a polícia nesta quarta-feira.

Uma porta-voz da Força Policial jamaicana disse que o jogador de futebol, de 26 anos, foi esfaqueado após uma briga durante um jogo improvisado na noite de terça-feira.

Simpson, que defendeu seu país pela última vez contra o São Cristóvão e Neves, em agosto, foi levado ao hospital público de Kingston, onde morreu.

A porta-voz disse que nenhuma pessoa havia sido presa, mas que a polícia estava em busca de um homem que, segundo eles, estaria envolvido no incidente.

Simpson jogou pelo campeão jamaicano Tivoli Gardens, que representa um dos bairros mais violentos de Kingston.

"Perder um ente querido é realmente um sentimento doloroso, mas perder um na flor da vida é ainda mais doloroso e eu sinto especialmente por seus filhos, pais e irmãos", disse o presidente da Federação Jamaicana de Futebol, Horace Burrell, em comunicado.

"Ao longo de sua associação com a seleção, Oraine exibiu as qualidades desejáveis em um representante nacional. Ele era bem-educado, comprometido, disposto, representou o país com orgulho e foi sempre um jogador de equipe", afirmou.