Hamilton visita túmulo de Senna em São Paulo

sexta-feira, 16 de outubro de 2009 16:33 BRT
 

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - O campeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton realizou um antigo desejo ao visitar o túmulo do piloto Ayrton Senna, seu ídolo da infância, antes do GP Brasil de F1 do fim de semana.

O piloto da McLaren, de 24 anos, disse a jornalistas que foi ao cemitério do Morumbi, em São Paulo, na quarta-feira, no dia de sua chegada ao Brasil, para ver a sepultura do tricampeão mundial.

"Foi bom, mas havia algumas outras pessoas lá, então não foi uma coisa tão particular. Fiquei lá por cinco minutos no máximo e depois fui embora", disse Hamilton no circuito de Interlagos.

"É muito simples, apenas uma placa. Para mim, foi especial", acrescentou o britânico que, assim como Senna, é católico e pilota na equipe que levou o brasileiro ao título em 1988, 1990 e 1991.

"Eu gostaria de ter feito isso nos últimos dois anos, mas estava sendo seguido e essas coisas. (Desta vez), eu não estava, ao menos acho que não estava."

Hamilton queria ter visitado o túmulo no ano passado, quando disputava o título com o brasileiro Felipe Massa, mas foi incapaz de escapar da atenção constante da mídia.

Este ano ele teve mais liberdade de movimento.

"Toda vez que venho aqui sinto uma emoção diferente", afirmou Hamilton no ano passado. "Acho que é porque ele (Senna) significou muito para mim...quando eu era mais novo e subia na carreira. Posso sentir a presença dele."

"Eu não tenho como objetivo nem acredito que ninguém possa ser um novo Ayrton Senna. Ele era único. Mas tenho como objetivo tentar e fazê-lo orgulhoso e ser tão bom como ele foi um dia."

Senna morreu no Grand Prix de San Marino em 1994.

 
<p>Lewis Hamilton, em foto de arquivo, visitou t&uacute;mulo de Ayrton Senna em S&atilde;o Paulo. REUTERS/Issei Kato</p>