Button diz que precisa de "corrida dos infernos" em Interlagos

sábado, 17 de outubro de 2009 20:35 BRT
 

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - Um frustrado e irritado Jenson Button esbravejou neste sábado sobre a corrida mais importante de sua carreira, após terminar apenas em 14o lugar no treino classificatório para o Grande Prêmio do Brasil de F1, em que ele esperava selar seu título mundial.

"Isso torna amanhã muito interessante", disse um irônico Button a repórteres após o longo treino classificatório, interrompido várias vezes pela chuva. "Amanhã terá que ser uma corrida dos infernos para mim, e eu não quero somar apenas alguns pontinhos."

"Quero um resultado muito melhor do que isso, então vou para a luta amanhã", acrescentou.

Button lidera o Mundial com 14 pontos de vantagem, com duas corridas restando para o fim da temporada, mas seu rival mais próximo, o companheiro de equipe na Brawn Rubens Barrichello, vai largar da pole no domingo em Interlagos.

O inglês disse que teve problemas na segunda parte do treino classificatório após baixar a pressão dos pneus traseiros para combater a aquaplanagem na posta molhada.

"Era como se não tivesse a asa dianteira do carro", explicou Button. "Estou muito desapontado por estar onde estou... Rubens está na pole, então foi um treino terrível e muito frustrante."

O piloto de 29 anos deixou a emoção extravasar quando perguntado se seu companheiro de equipe tinha os pneus iguais ao dele na segunda parte do treino.

"Eu não sei. Você terá que perguntar aos mecânicos. Eu não perguntei ainda, eu ainda estou muito irritado para fazer qualquer pergunta séria. Mas nós vamos saber as informações esta noite", disse ele.