Messi deve ser tão bom na seleção quanto no Barcelona--Maradona

domingo, 18 de outubro de 2009 12:23 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Diego Maradona disse que quer "falar com Lionel Messi porque o que ele faz no Barcelona não repete na seleção argentina", disse o técnico neste sábado durante uma partida do torneio Apertura da Argentina.

Depois da classificação da Argentina para a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul e de suas polêmicas declarações contra um setor da imprensa de seu país, Maradona se mostrou preocupado porque Messi não consegue mostrar toda sua qualidade com a camiseta argentina.

"Quero falar seriamente com Leo (Messi) porque ele tem que decolar de uma vez por todas", disse Maradona ao canal estatal 7.

"Temos o melhor jogador do mundo, mas se não o demonstra (...) Nós lhe damos toda a liberdade por tudo o que consegue no Barcelona, mas na seleção isso cobra um preço muito alto. Esperemos que ele volte a brilhar logo", disse Maradona.

Na quarta-feira passada, Maradona agitou o mundo esportivo depois de se dirigir a um setor da imprensa argentina com palavras grosseiras depois da vitória de 1 x 0 sobre o Uruguai em Montevidéu.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse na sexta-feira que o organismo internacional abrirá um processo contra Maradona por sua descompostura, que pode levar a uma suspensão e uma multa ao treinador.

Maradona disse sobre o assunto: "Me meti em um problema impressionante."

Sobre o aspecto futebolístico da seleção, Maradona reconheceu que "por sorte nos classificamos e conseguimos seis pontos importantes".

"Falhamos terrivelmente e isso nos preocupa. No segundo tempo contra o Peru fomos um desastre, com um rival que não deu trabalho a ninguém", disse Maradona sobre o confronto em Buenos Aires, onde venceu por 2 x1 com sofrimento graças a um gol do veterano Martín Palermo nos acréscimos.   Continuação...

 
<p>O argentino Lionel Messi em partida contra o Uruguai pela classifica&ccedil;&atilde;o para a Copa do Mundo de 2010. O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o da Argentina, Diego Maradona, se mostrou preocupado porque o jogador n&atilde;o consegue mostrar toda a sua qualidade com a comiseta da sele&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Enrique Marcarian</p>