McLaren e Trulli são multados por incidentes em Interlagos

domingo, 18 de outubro de 2009 18:54 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A McLaren foi multada em 50 mil dólares e o italiano Jarno Trulli, da Toyota, em 10 mil dólares pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) devido aos incidentes em que se envolveram no Grande Prêmio do Brasil neste domingo.

Logo na primeira volta um acidente entre Adrian Sutil, da Force India, e Trulli tirou os dois da prova, provocando a entrada do safety car devido aos destroços na pista.

A FIA determinou que tudo não passou de um acidente de corrida, mas o fato de Trulli ter discutido com Sutil e de ter se recusado a sair da pista quebrou as regras, de acordo com comunicado divulgado após a investigação do incidente. Ele foi repreendido e multado.

A McLaren recebeu a punição porque o piloto Heikki Kovalainen deixou os boxes em seu primeiro pit stop com a mangueira de abastecimento ainda conectada ao seu carro. Além disso, ele saiu na frente de Kimi Raikkonen, e o acidente poderia ter sido ainda pior já que a Ferrari do finlandês acabou pegando fogo.

Kovalainen deveria ter que cumprir um drive through --passagem pelos boxes--, mas como a punição foi dada após o final da corrida ele terá 25 segundos somados ao seu tempo de prova.

(Por Camila Moreira)