19 de Outubro de 2009 / às 14:15 / 8 anos atrás

Button se diz pronto para negociar renovação com a Brawn

<p>O piloto da Brawn GP Jenson Button comemora o campeonato com o chefe da equipe, Ross Brawn, em Interlagos. Jenson Button ir&aacute; se sentar para discutir um novo contrato com a equipe Brawn assim que se recuperar das comemora&ccedil;&otilde;es pela conquista do campeonato de F&oacute;rmula 1.18/10/2009.Bruno Domingos</p>

Por Alan Baldwin

SÃO PAULO (Reuters) - Jenson Button irá se sentar para discutir um novo contrato com a equipe Brawn assim que se recuperar das comemorações pela conquista do campeonato de Fórmula 1.

O britânico de 29 anos aceitou um grande corte de salário para ficar na Brawn este ano depois que a equipe emergiu das cinzas da antiga Honda, com recursos muito mais limitados que os da ex-equipe japonesa.

O contrato atual de Button termina no final do ano e ele quer ficar na equipe. Contudo, ele espera ser recompensado por seu esforços e quer ter um salário condizente com o de um campeão mundial.

Uma cifra ao redor de 13 milhões de dólares por ano tem sido especulada pela mídia, apesar dos salários dos pilotos terem se reduzido à medida em que as equipes procuram reduzir custos.

"Quero estar aqui no ano que vem, quero estar com uma equipe que brigue por vitórias como nesta temporada e creio que a Brawn pode fazer isso", afirmou o piloto após conquistar o título com uma corrida de antecedência.

"Eles não são artistas de um só sucesso", acrescentou Button, que deve voltar a seu país em jato particular na segunda-feira após comemorar seu sucesso.

"Temos algumas pessoas sensacionalmente talentosas em nossa equipe. Ela pode não ser grande como outras, mas isso será benéfico para nós, já que os times estão ficando menores".

"Mas eu não conversei com a equipe seriamente sobre o próximo ano... Sentarei e discutirei isso quando me recuperar da ressaca pela manhã", disse o piloto com um sorriso.

O presidente-executivo da Brawn, Nick Fry, disse que o entusiasmo de Button com a equipe é recíproco e que está certo de que chegarão a um acordo.

"Espero que sim. Ele quer continuar conosco e nós queremos que ele continue conosco, então esse é um bom ponto de partida", disse Fry

Reportagem de Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below