África do Sul demite Joel Santana; Parreira pode voltar

segunda-feira, 19 de outubro de 2009 15:03 BRST
 

Por Mark Gleeson

JOHANESBURGO (Reuters) - A África do Sul demitiu nesta segunda-feira o técnico brasileiro Joel Santana do comando da seleção nacional de futebol, menos de oito meses antes do início da Copa do Mundo sediada no país.

"O sr. Santana não é mais o técnico da seleção nacional", afirmou à Reuters o chefe-executivo de Federação Sul-Africana de Futebol (SAFA, na sigla em inglês), Raymond Hack.

O demissão do técnico de 60 anos acontece depois de uma sequência de oito derrotas em nove jogos, incluindo amistosos contra a Noruega e a Islândia na semana passada.

A SAFA afirmou que a decisão foi tomada depois de uma reunião com Joel Santana nesta segunda-feira.

O nova presidente da SAFA, Kirsten Nematandani, tinha prometido demitir o técnico como parte de sua campanha no mês passado. O brasileiro foi o 15o técnico da seleção sul-africano no mesmo número de anos.

Em 2002, a SAFA também demitiu o técnico português Carlos Queiroz três meses antes da Copa do Mundo.

A saída de Santana abre as portas para o possível retorno de Carlos Alberto Parreira, que deixou o comando da seleção em abril de 2008 quando sua esposa adoeceu. Joel Santana foi uma indicação de Parreira para substituí-lo no comando da equipe.

Parreira disse na semana passada a uma emissora sul-africana que estava interessado no cargo.

A SAFA, que irá discutir a posição na sexta-feira, informou que os assistentes técnico Jairo Leal, levado por Parreira, e Pitso Mosimane vão assumir o time de forma interina.

A equipe continua sua preparação para o Mundial de 2010 com amistosos em casa contra Jamaica e Japão.

 
<p>Foto de arquivo de Joel Santana. Um representante da federa&ccedil;&atilde;o sul-africana de futebol disse &agrave; Reuters que o t&eacute;cnico brasileiro foi demitido pela &Aacute;frica do Sul, sele&ccedil;&atilde;o anfitri&atilde; da Copa do Mundo de 2010. REUTERS/Siphiwe Sibeko</p>