Paciente, Manchester United derrota o CSKA por 1 x 0

quarta-feira, 21 de outubro de 2009 18:33 BRST
 

Por Gennady Fyodorov

MOSCOU (Reuters) - O Manchester United precisou de um gol no fim do jogo do meia Antonio Valencia para derrotar o CSKA Moscou, garantindo uma vitória por 1 x 0 pelo grupo B da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira.

O Manchester retornou ao estádio Luzhniki do CSKA pela primeira vez desde a vitória sobre o Chelsea, na final do torneio continental em 2008, e o chute de Valencia a quatro minutos do final garantiu a terceira vitória seguida do time na competição.

Os campeões ingleses lideram o grupo com nove pontos e estão firmes rumo à fase eliminatória do torneio, do qual foram finalistas nos últimos três anos.

"Não é fácil fora de casa", disse a repórteres o técnico do Manchester, Alex Ferguson. "Mostramos maturidade e paciência. Esta é a chave para mim".

Ferguson disse que o gramado artificial não foi um fator significante na partida.

"Como esperava, a grama artificial não foi problema para nós", afirmou. "Nos adaptamos facilmente a isto. Eu disse no começo do jogo que se você é um bom jogador você se concentra na bola".

Apesar dos desfalques de jogadores-chave como Ryan Giggs e Wayne Rooney, lesionados, o Manchester dominou o primeiro tempo, que teve poucas chances de gol.

O CSKA soma três pontos em três jogos e o técnico do time, Juande Ramos, segue confiante na classificação para a próxima fase.

"Obviamente, o Manchester é o grande favorito no nosso grupo", afirmou. "Acho que podemos lutar com (o Wolfsburg e o Besiktas) para a outra vaga".

 
<p>Jogadores do Manchester United comemoram gol da vit&oacute;ria sobre o CSKA. REUTERS/Grigory Dukor</p>