Em livro, Agassi admite uso de metanfetamina

quarta-feira, 28 de outubro de 2009 09:10 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O ex-tenista Andre Agassi, dono de oito título de Grand Slam, admitiu ter usado a droga metanfetamina conhecida como "cristal" e mentido para as autoridades do esporte para evitar uma punição.

Em seu livro, publicado em capítulos pelo jornal inglês The Times, o norte-americano descreve com franqueza como seu assistente o apresentou à droga em 1997, quando ele vivia um mau momento nas quadras e tinha dúvidas sobre seu iminente casamento com a atriz Brooke Shields.

"Slim deixa uma pequena montanha de pó na mesa de café. Ele corta e cheira. Ele corta de novo. Eu cheiro um pouco... Há um momento de arrependimento, seguido por uma profunda tristeza. Depois vem uma onda de euforia que tira da minha mente todos os pensamentos negativos. Eu nunca me senti tão vivo, tão esperançoso -- nunca senti tanta energia", disse Agassi, que agora tem 39 anos, segundo seu livro.

Agassi, que conquistou Wimbledon em 1992 quando era um rebelde de cabelos compridos antes de sagrar-se campeão também no Aberto dos EUA de 1994 e do Aberto da Austrália de 1995, despencou para abaixo do número 100 no ranking mundial no fim de 1997, quando sofreu uma lesão no pulso.

Um ano depois, ele começou um novo regime de treinamento que abriu o caminho para uma recuperação incrível em sua carreira, o levando a completar o Grand Slam com o título do Aberto da França em 1999.

Ele terminou 1999 como número um do mundo após a conquista do segundo título do Aberto dos EUA e ainda venceu mais três Abertos da Austrália antes de se aposentar em 2006.

Agassi relembrou um momento em 1997 quando recebeu uma ligação de um médico a serviço da ATP que informou que ele tinha sido flagrado num exame de doping para o uso de drogas.

"Meu nome, minha carreira, tudo agora está em jogo. Tudo que conquistei, tudo pelo o que trabalhei, pode não representar mais nada. Dias depois eu sentei numa cadeira dura e escrevi para a ATP. Estava cheio de mentiras com pedaços de verdade", disse Agassi no texto.

Nenhum medida foi tomada contra Agassi naquele momento, mas sua admissão de que usou drogas pode colocar em dúvida um jogador considerado por muitos como um dos melhores de todos os tempo.   Continuação...

 
<p>Foto de arquivo do ex-tenista Andre Agassi. Dono de oito t&iacute;tulos de Grand Slam, Agassi admitiu ter usado a droga metanfetamina, conhecida como "cristal", e mentido para autoridades do esporte para evitar uma puni&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Fred Prouser</p>