União de Ciclismo ataca agência antidoping da França

quinta-feira, 29 de outubro de 2009 18:24 BRST
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - A União Internacional de Ciclismo (UCI, na sigla em inglês) acusou a Agência Antidoping da França (AFLD) de erros em seus testes em um relatório enviado à Agência Mundial Antidoping nesta quinta-feira.

"É importante que todos entendam que a AFLD está longe de ser perfeita na implementação de suas próprias atividades antidoping", segundo uma cópia do relatório obtido pela Reuters.

"Até o começo do Tour, a UCI conduziu 190 testes fora de competição em ciclistas... enquanto a AFLD conduziu 13 testes".

"Destes, seis foram em ciclistas franceses, a quem eles têm acesso para testes todo o ano. Mas de grande importância é que cinco das amostras coletadas de ciclistas na mesma equipe francesa foram enviadas ao laboratório com os nomes completos e detalhes dos ciclistas".

"Isso invalida completamente o anonimato da série de requerimentos do Código e Padrões Internacionais de Testes".

Representantes da AFLD não foram encontrados para comentar.

No mês passado, a AFLD criticou a UCI, dizendo que Lance Armstrong e a equipe Astana, de Alberto Contador, tiveram tratamento privilegiado, o que é negado pela UCI.

 
<p>Uni&atilde;o de Ciclismo ataca ag&ecirc;ncia antidoping da Fran&ccedil;a (foto de arquivo). REUTERS/Miguel Vidal</p>