Campos Meta confirma retorno do sobrenome Senna à F1

sábado, 31 de outubro de 2009 13:23 BRST
 

Por Alan Baldwin

ABU DHABI (Reuters) - O sobrenome Senna estará de volta à Fórmula 1 na próxima temporada, já que a equipe estreante Campos Meta anunciou neste sábado que contratou Bruno, sobrinho do tricampeão mundial Ayrton.

"Para a Campos Meta é uma honra extraordinária ser a responsável por trazer novamente o sobrenome Senna para a Fórmula 1", disse Enrique Rodriguez de Castro, presidente executivo da Campos Meta, em um comunicado distribuído antes do Grande Prêmio de Abu Dhabi, que encerra a temporada 2009.

"O acordo com Senna confirma e reforça nosso maior objetivo, que é ser não apenas a primeira equipe espanhola da F1, e sim a primeira equipe ibero-americana da F1", acrescentou ele.

O tricampeão mundial Ayrton Senna, reverenciado e tido como um dos maiores pilotos da F1 de todos os tempos, morreu após um acidente com sua Williams no Grande Prêmio de San Marino de 1994, no circuito de Ímola.

Seu sobrinho de 26 anos foi vice-campeão da GP2 no ano passado e vinha correndo o campeonato Le Mans desde então.

"Eu estou completamente maravilhado por realizar um dos grandes sonhos da minha vida", disse Bruno Senna. "Agora é hora de buscar novos objetivos."

Bernie Ecclestone, manda-chuva da Fórmula 1, comemorou a notícia, e sugeriu inclusive que Bruno poderia fazer uma boa dupla com seu compatriota Nelson Angelo Piquet, cujo pai também foi tricampeão mundial e rival de Senna nos anos 1980.

O filho de Piquet foi dispensado pela Renault em agosto, antes de revelar um escândalo de arranjo de resultados na equipe francesa, o que levou o time a ser suspenso e ficar sob sursis por dois anos.   Continuação...

 
<p>Campos Meta confirma piloto Bruno Senna, em foto de arquivo, na F1. REUTERS/Bruno Domingos</p>