Seleção vai treinar em Curitiba antes da Copa de 2010

terça-feira, 3 de novembro de 2009 18:58 BRST
 

RIO (Reuters) - A seleção brasileira vai se preparar no centro de treinamento do Atlético Paranaense, em Curitiba, antes de embarcar para disputar a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na terça-feira.

A capital paranaense foi escolhida para abrigar o treinamento da seleção no país por ter um clima frio parecido com o da África do Sul durante o Mundial, em junho e julho do ano que vem, de acordo com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

"A seleção precisava uma cidade com clima parecido com o da África do Sul para fazer a ambientação, juntamos a isso a excelente qualidade das instalações do centro de treinamento do Clube Atlético Paranaense, onde o grupo ficará instalado", disse Teixeira em entrevista coletiva em Curitiba, após visitar as instalações do clube ao lado do técnico Dunga.

De acordo com a CBF, o período de permanência dos jogadores em Curitiba ainda não está definido, mas deve ser no máximo de uma semana. Os jogadores devem ser submetidos a exames de avaliação física e médica, além de iniciarem os treinos para o Mundial.

Antes da Copa do Mundo de 2006, em que o Brasil foi eliminado pela França nas quartas-de-final, os jogadores não tiveram qualquer etapa da preparação no país, se reunindo diretamente na cidade suíça de Weggis para um período de treinamentos que foi muito criticado devido à abertura para o público e mídia.

A CBF lançou em setembro a pedra inaugural de sua nova sede no Rio de Janeiro, que incluirá uma estrutura para receber os treinamentos da seleção brasileira a partir da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

Curitiba será uma das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo. A Arena da Baixada, do Atlético Paranaense, está sendo ampliada para receber os jogos do Mundial.

 
<p>O presidente da CBF, Ricardo Teixeira (em foto de arquivo) anunciou que a sele&ccedil;&atilde;o brasileira ir&aacute; treinar para a Copa do Mundo de 2010 na &Aacute;frica do Sul em Curitiba. REUTERS/Michael Buholzer</p>