Renault vai decidir futuro na F1 até fim do ano

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 12:25 BRST
 

PARIS (Reuters) - A montadora francesa Renault disse nesta quinta-feira que vai decidir até o fim do ano se continuará na Fórmula 1, após a japonesa Toyota ter anunciado sua saída do esporte.

"Vocês terão que ser pacientes", disse a jornalistas o chefe-executivo da Renault, Carlos Ghosn. "Vamos fazer um anúncio sobre a nossa participação na Fórmula 1 antes do fim do ano."

A Toyota anunciou na quarta-feira que estava deixando a Fórmula 1, menos de um ano após sua concorrente Honda também ter deixado a categoria e apenas alguns dias depois de a BMW ter disputado sua última corrida.

A fornecedora única de pneus das categoria Bridgestone também anunciou que vai deixar a F1 após a temporada 2010.

A Renault conquistou os títulos mundiais em 2005 e 2006 com Fernando Alonso, mas o espanhol decidiu trocar a equipe pela rival Ferrari.

A patrocinadora principal ING também deixou a equipe, abrindo um grande buraco no orçamento da escuderia.

(Reportagem de Helen Massy-Beresford)

 
<p>Presidente da Renault, Carlos Ghosn, participa de entrevista coletiva durante visita &agrave; f&aacute;brica da montadora em Flins, pr&oacute;ximo a Paris. Questionado nesta quinta-feira sobre o futuro da montadora na F&oacute;rmula 1, Ghosn disse que um an&uacute;ncio sobre o assunto ser&aacute; feito at&eacute; o final do ano. REUTERS/Benoit Tessier</p>