Safin encerra carreira com derrota no Masters de Paris

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 14:53 BRST
 

Por Patrick Vignal

PARIS (Reuters) - O ex-tenista número 1 do mundo Marat Safin encerrou sua carreira como jogador com uma derrota por 6-4, 5-7 e 6-4 para o argentino Juan Martin del Potro, nesta quarta-feira, no Masters de Paris.

O russo de 29 anos, que salvara três match points antes de vencer o qualifier francês Thierry Ascione na primeira rodada do torneio, na segunda-feira, lutou muito contra Del Potro, campeão do Aberto dos EUA e atual número 5 do mundo.

"Sabia que não teria muitas chances de vencê-lo, mas joguei muito bem, tivemos boas disputas", disse Safin, que foi bastante saudado pelo público francês, com direito a olas da torcida especialmente para sua última partida.

Mostrando apenas relances de sua antiga forma, Safin, que não conquista um título desde o Aberto da Austrália de 2005, dificultou a vida de Del Potro ao vencer o segundo set.

Safin, que foi o número 1 do mundo por várias semanas em 2000 e 2001 mas atualmente está fora do top 50, foi quebrado no terceiro game do set decisivo e seu adversário então não perdeu mais o controle da partida.

O russo, que venceu o torneio em Paris três vezes, ainda salvou um match point quando perdia por 5-3, mas Del Potro então sacou para fechar a partida, vencendo com um ace.

"Aqui foi onde tudo começou e é aqui que chega ao fim", disse Safin, que surgiu para o mundo como um adolescente qualifier no Aberto da França de 1998, vencendo os favoritos Andre Agassi e Gustavo Kuerten. "Não há um lugar melhor para a despedida."

O talentoso mas polêmico tenista, que também venceu o Aberto dos EUA em 2000 derrotando Pete Sampras numa final fantástica, foi considerado um dos melhores tenistas do mundo, mas também será lembrado por seu temperamento rebelde.   Continuação...