Bilardo traça paralelo entre Messi de 2009 e Maradona de 1986

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 17:12 BRST
 

Por Rex Gowar

BUENOS AIRES (Reuters) - A dificuldade enfrentada por Lionel Messi de repetir na seleção argentina as mesmas atuações do Barcelona aconteceu também com Diego Maradona antes da conquista da Copa do Mundo de 1986, de acordo com o técnico campeão mundial Carlos Bilardo.

Bilardo, atual diretor de seleções da Argentina, comparou a situação de Messi com a vivida por Maradona durante a preparação para a Copa de 1986 no México.

"Eu disse (em 1986) para me deixarem com Maradona por 30 dias e depois conversamos. Messi precisa fazer uma boa Copa do Mundo e ele pode fazer isso", disse Bilardo ao jornal esportivo Olé em uma entrevista publica nesta quarta-feira em seu site (www.ole.com.ar).

"Eu também tive problemas com Diego antes de ir para o México. Eu era questionado por colocá-lo como titular e capitão. Eu tenho os recortes de jornais", acrescentou.

"Diego conversa muito com ele (Messi). Ele é um dos melhores jogadores do mundo e nós precisamos que ele jogue o seu melhor", disse Bilardo, que está em Madri para o amistoso da Argentina contra a Espanha, no sábado.

Messi, candidato a melhor jogador do mundo neste ano, não conseguiu repetir as mesmas atuações do clube espanhol com a camisa da Argentina, que correu o risco de ficar de fora de uma Copa do Mundo pela primeira vez desde 1970.

Maradona foi o centro das críticas da imprensa e torcida argentina pelas atuações abaixo do esperado de sua equipe, e Messi também ouviu reclamações por não conseguir jogar bem pelo país.

"A Argentina jogou bem nos primeiros 20 minutos contra o Brasil, contra o Equador, com o Uruguai... e houve jogos em que eles não foram bem", disse Bilardo.

"Meu time (em 1986) também precisava de entrosamento antes de ir para o México. Você consegue isso jogando. Os jogadores sabem isso e Diego vai trabalhar para resolver."