Prefeito de Tóquio diz que cidade deve tentar Olimpíadas de 2020

sexta-feira, 13 de novembro de 2009 10:36 BRST
 

Por Alastair Himmer

TÓQUIO (Reuters) - Tóquio tem um dever cívico de se reerguer da derrota na candidatura para sediar as Olimpíadas de 2016 e tentar novamente para os jogos de 2020, afirmou o prefeito da cidade nesta sexta-feira.

A capital japonesa perdeu para o Rio de Janeiro o direito de sediar a competição em 2016, mas Shintaro Ishihara insistiu que a cidade tem motivação e fundos para tentar novamente.

"Gastamos muito dinheiro na candidatura, mas temos verba separada para esses grandes projetos", disse Ishihara em conferência de imprensa.

"Tóquio perdeu a candidatura para 1960 antes de vencer a de 1964. É preciso examinar a razão do fracasso de nossa candidatura e ver o que precisamos fazer para conseguir vencer."

A cidade havia assegurado um fundo de contingência de 4 bilhões de dólares para os jogos de 2016, mas representantes olímpicos japoneses teriam favorecido a candidatura para 2020 desde o início.

Ishihara expressou seu desejo de candidatura para os Olimpíadas de 2020 ao comitê olímpico japonês no início desta semana.

Representantes do governo de Tóquio reagiram inicialmente com surpresa, dizendo não terem sido informados.

"Não é uma questão de não ter sido informado em assembleia", pontuou Ishihara. "Neste ponto a questão é assegurar o orçamento e apoio financeiro."

Hiroshima e Nagasaki, únicas cidades a já terem sofrido um ataque nuclear, também expressaram interesse numa candidatura conjunta para 2020.