Saída de Mercedes é boa para McLaren, diz Ron Dennis

segunda-feira, 16 de novembro de 2009 15:25 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A decisão da Mercedes de comprar a equipe Brawn de Fórmula 1 e vender sua participação na McLaren é boa para todos os envolvidos, de acordo com um dos proprietários e ex-diretor de equipe, Ron Dennis.

"Esta é uma situação de vitória para McLaren e Daimler", afirmou Dennis em um comunicado da McLaren após o anúncio do acordo nesta segunda-feira.

"Eu tenho dito que acredito que, para sobreviver e prosperar na Fórmula 1 do século 21, uma equipe deve se tornar mais que somente um time", acrescentou o ex-diretor, que transferiu seu cargo para Martin Whitmarsh neste ano.

"Sendo este o caso, para desenvolver e manter os lucros necessários para competir e vencer grandes prêmios e campeonatos, as empresas que controlam as equipes de Fórmula 1 devem estender o alcance de suas atividades comerciais".

O presidente da Daimler, Dieter Zetsche, cuja empresa possui a Mercedes, disse a repórteres que a relação com a McLaren foi testada pela determinação da empresa da cidade de Woking, na Inglaterra, de concorrer com a Ferrari como fabricante de carros de rua.

"Esse não era o interesse da Daimler e da Mercedes-Benz", disse.

A McLaren criou uma versão limitada de um carro esportivo na década de 1990 e planeja comercializar um novo carro, o MP4-12C, que competirá com similares da Ferrari e da Mercedes, em 2011.

"Os próximos anos serão muito emocionantes para a McLaren, durante os quais temos a intenção de nos tornar uma força mais forte tecnologicamente e economicamente", disse Dennis.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>Chefe da equipe McLaren Ron Dennis em foto de arquivo REUTERS/Kim Kyung-Hoon</p>