Costa Rica diz que Uruguai é forte, mas não imbatível

terça-feira, 17 de novembro de 2009 12:16 BRST
 

MONTEVIDÉU (Reuters) - O técnico da seleção de futebol da Costa Rica, o brasileiro René Simões, afirmou que o Uruguai é uma equipe forte, mas que confia em seus jogadores para vencer a repescagem que classificará um dos últimos times para a Copa do Mundo da África do Sul.

A Costa Rica perdeu em casa por 1 x 0 no sábado para os uruguaios, no jogo de ida da repescagem para o Mundial de 2010. A partida de volta será disputada na quarta-feira, em Montevidéu.

"É a última oportunidade, a última molécula de oxigênio, temos que pegá-la e sobreviver. Temos 90 minutos para chegar à Copa do Mundo e acredito plenamente que podemos", disse Simões à Reuters.

"O Uruguai é uma equipe muito forte, mas não é imbatível. É possível ganhar e fazer algo extraordinário, fenomenal para a Costa Rica", acrescentou o treinador brasileiro.

Espera-se que o Estádio Centenário esteja cheio para a partida. Segundo a mídia local, 53 mil ingressos foram vendidos para o estádio com capacidade para 60 mil pessoas.

A seleção da Costa Rica chegou à repescagem depois de terminar em quarto lugar nas eliminatórias da Concacaf, enquanto o Uruguai terminou em 5o na eliminatória sul-americana.

A seleção uruguaia ganhou as Copas de 1930 e 1950, mas nas décadas seguintes não conseguiu repetir os grandes feitos dentro de campo.

(Reportagem de Conrado Hornos)