Título mundial não é impossível para seleção da África, diz Weah

quarta-feira, 18 de novembro de 2009 13:34 BRST
 

Por Henrique Almeida

LUANDA (Reuters) - George Weah, eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo em 1995, acredita que uma seleção africana pode sagrar-se campeã do mundo no ano que vem na Copa do Mundo da África do Sul.

A África se tornou uma grande fornecedora de talentos, com jogadores como o próprio Weah, Didier Drogba e Samuel Eto'o jogando em alguns dos principais clubes da Europa, mas uma seleção do continente africano nunca foi além das quartas-de-final de uma Copa do Mundo.

Weah acredita que a oportunidade pode ser em 2010, quando o Mundial será realizado pela primeira vez na África.

"Esperamos por isso, não é impossível. É uma tarefa difícil, mas não é impossível", disse Weah a repórteres. "Gana acaba de ser campeã mundial sub-20. Por que não?"

O ex-jogador da Líbia, que destacou-se jogando pelo Milan, disse que a disciplina e o trabalho duro são fundamentais para o sucesso.

"Anos atrás nós não participávamos dos melhores jogadores do mundo. Isso aconteceu. Há uma grande possibilidade de uma seleção africana vencer a Copa do Mundo se fizer uma boa preparação."

Weah, que nunca disputou uma Copa do Mundo, disse esperar que a construção de novos estádios para a Copa do Mundo e a Copa das Nações Africanas de Angola no próximo ano ajudem a fortalecer as bases do futebol africano.

"Tenho certeza que toda infraestrutura que será deixada aqui vai criar empregos, permitir que as crianças joguem em estádios que estão sendo construídos", disse ele.

"Muitas crianças não tem oportunidade de jogar no gramado."