Raikkonen está aberto a oferta da Mercedes, diz empresário

quinta-feira, 19 de novembro de 2009 11:31 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Os planos do finlandês Kimi Raikkonen de tirar um ano sabático da Fórmula 1 duraram menos de 24 horas, até seu empresário sugerir que o piloto pode estar aberto a uma oferta da Mercedes, nova dona da Brawn GP.

Steve Robertson disse ao site autosport.com nesta quinta-feira que o piloto, que não conseguiu acertar com a McLaren depois de deixar a Ferrari, não está 100 por cento certo de se abster da F1 no próximo ano.

"Isso é F1", disse o britânico, que empresaria o campeão de 2007 juntamente com seu pai, David.

"Se eles podem oferecer, ou nos convencer, de que podem dar a Kimi a oportunidade que o deixe feliz, e que nos deixe feliz, e se ele sentir que pode vencer corridas e o campeonato, então nunca diga nunca. Existe sempre uma possibilidade".

A Brawn venceu os dois títulos do ano com o inglês Jenson Button, que agora foi para a McLaren. A atual campeã vai competir como Mercedes no ano que vem, com a expectativa de que o alemão Nico Rosberg seja um dos pilotos.

Falando em Macau, Robertson disse que a posição de Raikkonen não é somente por dinheiro.

"Não há muitas equipes que podem apelar a Kimi porque ele é honesto quando diz que tem que ter um carro vencedor. Ele não está interessado no dinheiro".

"É claro, dinheiro faz parte mas ele não precisa de dinheiro. Ele quer um carro no qual possa mostrar seu talento".

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>Kimi Raikkonen, em foto de arquivo, est&aacute; aberto a oferta da Mercedes, diz empres&aacute;rio. REUTERS/Issei Kato</p>