René Simões deixa Costa Rica após derrota na repescagem--jornal

quinta-feira, 19 de novembro de 2009 19:04 BRST
 

SAN JOSÉ (Reuters) - O técnico brasileiro René Simões disse que deixará o comando da seleção da Costa Rica após a derrota para o Uruguai na repescagem para a Copa do Mundo de 2010, informou a mídia local nesta quinta-feira.

Na quarta-feira, a seleção uruguaia classificou-se para o Mundial do ano que vem ao empatar em casa por 1 x 1 com os costarriquenhos. No jogo de ida, em San José, os sul-americanos venceram por 1 x 0, na semana passada.

"Se a Costa Rica se classificasse eu iria ao Mundial, mas como isso não foi possível, agora estou fora. A Costa Rica precisa de um técnico por quatro anos, e isso é muito tempo para mim. Minha família faz falta", disse o treinador, segundo o jornal La Nación.

O treinador acrescentou que apresentará um relatório e fará algumas sugestões para o futuro do futebol na Costa Rica.

"Tem que haver mudanças, tem que haver uma condição física. Se não se joga os 90 minutos no máximo, então não avançaremos", disse.

René Simões foi nomeado técnico da Costa Rica no dia 16 de setembro, substituindo Rodrigo Kenton, demitido após três derrotas seguidas da equipe nas eliminatórias da Concacaf.

"Todos somos responsáveis, até a imprensa. Eu fui incompreendido e o técnico precisa de muito apoio", acrescentou.

(Reportagem de Leslie Josephs)

 
<p>Ren&eacute; Sim&otilde;es, em foto de arquivo, deixar&aacute; Costa Rica ap&oacute;s derrota na repescagem, informou a imprensa local. REUTERS/Stringer</p>