Rooney marca três e United se aproxima da liderança

sábado, 28 de novembro de 2009 17:48 BRST
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - Wayne Rooney marcou três gols, sendo dois deles de pênalti, na vitória do Manchester United por 4 x 1 sobre o Portsmouth, que deixou o time apenas dois pontos atrás do Chelsea, líder do campeonato ingles.

Ryan Giggs também marcou para os atuais campeões, que têm 31 pontos em 14 jogos, dois a menos que o Chelsea, que enfrenta fora de casa o Arsenal, terceiro na tabela com 25 pontos, no domingo.

O quarto colocado Tottenham Hotspur enfrenta o Aston Villa, quinto, no Villa Park ainda neste sábado, enquanto o Manchester City manteve-se na sexta posição, com 22 pontos, ao empatar em casa por 1 x 1 com o Hull City, e bateu um recorde do campeonato: sete igualdades seguidas para o City.

O West Ham bateu o Burnley por 5 x 3, enquanto o Wigan recuperou-se de alguma maneira da goleada história por 9 x 1 que sofreu do Tottenham ao vencer o Sunderland por 1 x 0.

Rooney mereceu o destaque que recebeu por seus três gols na partida de hoje, mas na verdade o atacante da seleção inglesa, assim como muitos de seus companheiros do United, não teve um duelo tão tranquilo assim.

O Portsmouth, que vinha com um bom retrospect em casa contra o United, com uma vitória e um empate, além de ter eliminado o time vermelho de Manchester no Old Trafford na disputa da Copa da Inglaterra do ano passado, dominou o primeiro tempo na estreia do tecnico Avram Grant, que substituiu Paul Heat, demitido no meio da semana.

No entanto, o time pagou o preço de ter perdido várias boas chances, até que o United abriu o placar ao cobrar um pênalti aos 25 do primeiro tempo, que ele mesmo havia sofrido ao ser derrubado na area por Michael Brown.

O árbitro igualou a situação sete minutos depois, ao marcar um pênalti discutível, alegando que Frederic Piquionne teve sua camiseta puxada, e Kevin Prince Boateng aproveitou para marcar o empate.   Continuação...