Vencedor da Copa do Mundo vai embolsar US$30 milhões

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 14:26 BRST
 

Por Mike Collett

ROBBEN ISLAND, África do Sul (Reuters) - A seleção vencedora da Copa do Mundo do ano que vem na África do Sul vai receber um prêmio em dinheiro de 30 milhões de dólares, anunciou a Fifa nesta quinta-feira, após reunião de seu comitê executivo na histórica ilha sul-africana Robben Island.

O vice-campeão mundial receberá 24 milhões de dólares e todas as equipes participantes receberão 1 milhão de dólares extra para custear a preparação para a competição.

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, disse que a premiação total para os 32 finalistas será de 420 milhões de dólares, um aumento de 61 por cento em relação ao total do Mundial de 2006, na Alemanha.

Além da premiação em dinheiro, Valcke disse que a Fifa vai pagar 40 milhões de dólares a clubes que terão jogadores participando da competição.

"Todo clube que tem um jogador na Copa do Mundo receberá 1.600 dólares por dia por jogador", disse Valcke.

"O dinheiro será pago 15 dias antes do início da competição até um dia depois do final da participação do jogador na Copa do Mundo."

O pagamento aos clubes será feito através das federações de futebol dos países como parte de um acordo segundo o qual os clubes se comprometeram a não cobrar nenhuma compensação na justiça, mas recorrer apenas à Fifa e Corte Arbitral do Esporte (CAS).

A Fifa também decidiu manter as regras atuais para os Jogos Olímpicos de Londres 2012, o que significa que as seleções serão formadas por jogadores sub-23 com exceção de três jogadores acima do limite.

A ilha Robben Island, na costa da Cidade do Cabo, abrigou a prisão onde o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela e outros presos políticos ficaram detidos durante a era do apartheid.

 
<p>Presidente da Fifa, Joseph Blatter, concede entrevista coletiva na Cidade do Cabo REUTERS/Rogan Ward</p>