4 de Dezembro de 2009 / às 18:12 / em 8 anos

Brasil pega Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal na Copa

<p>Secret&aacute;rio-geral da Fifa, Jerome Valcke, sorteia o nome do Brasil como cabe&ccedil;a-de-chave do Grupo G da Copa do Mundo de 2010, ao lado de David Beckham e da atriz sul-africana Charlize Theron REUTERS/Mike Hutchings</p>

CIDADE DO CABO (Reuters) - O Brasil vai enfrentar Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal pelo Grupo G da Copa do Mundo do ano que vem na África do Sul, uma chave definida em sorteio nesta sexta-feira na Cidade do Cabo.

A estreia do Brasil na competição será no dia 15 de junho contra os norte-coreanos, em Johanesburgo. A segunda partida, contra os marfinenses, será na mesma cidade, no dia 20, e a seleção fecha sua participação na primeira fase contra Portugal cinco dias mais tarde, em Durban.

“Achei um grupo razoável. O Brasil caiu num grupo equilibrado, mas é bom a gente pegar um grupo bom, todo mundo fica concentrado, equilibrado, e não fica aquela euforia que sempre existe em torno do Brasil”, disse após o sorteio o técnico Dunga.

“Tendo um grupo desse, todo mundo fica mais tranquilo, atento. Nossa ambição é grande, então, nesse momento, é importante termos tranquilidade para trabalhar e todo mundo ficar atento nesses jogos que não serão fáceis”, acrescentou o treinador, que acompanhou a definição das chaves na Cidade do Cabo ao lado do auxiliar Jorginho.

Se avançar para as oitavas-de-final, o Brasil enfrentará uma seleção do Grupo H, formado por Espanha, Chile, Suíça e Honduras. Caso se classifique em primeiro lugar, a seleção jogará em Johanesburgo pela terceira vez no Mundial, mas, se ficar em segundo na chave, o jogo das oitavas-de-final será na Cidade do Cabo.

Dos três adversários que enfrentará no início da caminhada em busca do hexacampeonato, o único que a seleção brasileira já enfrentou em Mundiais foi Portugal, na Copa de 1966, sediado pela Inglaterra.

Na ocasião, o Brasil também enfrentou os portugueses na primeira fase e foi derrotado por 3 x 1. Naquela Copa, os portugueses conseguiram seu melhor desempenho em Mundiais, terminando na terceira posição.

Quase 44 anos depois, Portugal conta com um dos melhores jogadores do mundo em seu elenco, o atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, eleito em 2008 o melhor jogador do ano pela Fifa.

A Coreia do Norte, que fará sua segunda participação em Copas, foi a surpresa do Mundial de 1966 ao ajudar a eliminar a Itália na primeira fase do torneio daquele ano, antes de conseguir uma surpreendente vaga nas quartas-de-final.

No Mundial do ano que vem, no entanto, é pouco provável que a seleção asiática cause alguma surpresa.

A Costa do Marfim também se prepara para sua segunda participação em Mundiais, após ser eliminada na primeira fase em 2006 num grupo que tinha Argentina, Holanda e Sérvia e Montenegro.

Ao contrário dos norte-coreanos, no entanto, os marfinenses possuem uma equipe qualificada, com jogadores atuando em clubes de ponta do futebol europeu, caso do atacante Didier Drogba, estrela do Chelsea.

“O grupo é difícil, conheço bem alguns jogadores da Costa do Marfim, vários jogam no futebol europeu. É uma seleção complicada”, afirmou o atacante do Brasil Luis Fabiano, que defende o clube espanhol Sevilla.

”(Portugal) é uma seleção de qualidade que vai dar trabalho, com certeza será bem diferente do último jogo que tivemos contra eles (goleada do Brasil por 6 x 2 em dezembro de 2008).

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below