REPERCUSSÃO - Grupo "razoável" é bom para o Brasil, diz Dunga

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009 18:51 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil foi sorteado como cabeça-de-chave do Grupo G da Copa do Mundo de 2010, nesta sexta-feira, e enfrentará na primeira fase do Mundial Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal.

A seguir, comentários de jogadores, ex-jogadores e técnicos sobre a chave da seleção brasileira.

DUNGA, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA:

"É um grupo razoável, são seleções que se classificaram e todas muito boas. O Brasil caiu num grupo equilibrado, mas é bom a gente pegar um grupo bom, todo mundo fica concentrado, equilibrado, e não fica aquela euforia que sempre existe em torno do Brasil.

"Tendo um grupo desse, todo mundo fica mais tranquilo, atento. Nossa ambição é grande, então nesse momento é importante termos tranquilidade para trabalhar e todo mundo ficar atento nesses jogos que não serão fáceis."

LUIS FABIANO, ATACANTE ARTILHEIRO DO BRASIL EM 2009:

"O grupo é difícil, conheço bem alguns jogadores da Costa do Marfim, vários jogam no futebol europeu. É uma seleção complicada. (Coreia do Norte) não conheço muito, é uma seleção que eu nunca tive oportunidade de ver jogar. (Portugal) é uma seleção de qualidade que vai dar trabalho, com certeza será bem diferente do último jogo que tivemos contra eles (goleada do Brasil por 6 x 2 em dezembro de 2008).

CARLOS ALBERTO TORRES, CAPITÃO DA SELEÇÃO NA CONQUISTA DO TRICAMPEONATO EM 1970:

"Acho que está bom, todos os grupos foram bem distribuídos. Sorteio não tem essa de fácil ou difícil. Os times que se classificam para a Copa todos tem qualidade e para ser campeão o Brasil não pode se preocupar com os adversários. O Brasil tem que se preparar para ganhar a Copa."   Continuação...

 
<p>T&eacute;cnico Dunga durante sorteio dos grupos da Copa do Mundo na Cidade do Cabo REUTERS/Kai Pfaffenbach</p>