Henry não é único culpado por classificação polêmica, diz Messi

domingo, 6 de dezembro de 2009 14:04 BRST
 

Por Jean-Paul Couret

PARIS (Reuters) - Thierry Henry não deveria ser culpado sozinho por sua participação no gol polêmico que classificou a França para a Copa do Mundo de 2010, disse Lionel Messi, vencedor da Bola de Ouro de 2009 e companheiro de equipe de Henry no Barcelona.

"Acho que Thierry fez o que tinha que fazer, ele se desculpou", disse o atacante argentino em entrevista neste domingo, após a cerimônia de entrega da Bola de Ouro realizada em Paris pela revista francesa France Football e a rede de tevê TF1.

"Também acredito que foi só um incidente durante um jogo de futebol, o árbitro não viu, o juiz de linha não viu."

"Não se deveria colocar tudo nas costas de Thierry", acrescentou ele ao responder uma pergunta sobre a decisão da Fifa de investigar o gol de mão flagrante do atacante da seleção francesa contra a Irlanda em partida decisiva em Paris no mês passado.

A Fifa rejeitou o pedido da Irlanda de uma nova partida depois que as ações de Henry ajudaram a França a obter uma vitória de 2 x 1.

Messi, que se tornou o primeiro argentino a receber o prestigioso prêmio Bola de Ouro no dia 1o, ajudou o tricampeão Barcelona a erguer o título da Liga dos Campeões com nove gols na competição, além dos 23 no campeonato espanhol e mais seis na Kings Cup.

Ele disse que seu principal objetivo agora é "vencer a Copa do Mundo".

"Fomos sorteados em um grupo difícil, porque a Nigéria tem alguns jogadores bons e a Coreia do Norte e a Grécia podem ser um problema", disse ele.

"Um jogo contra a França seria muito difícil, porque eles são um grande time, mas primeiro temos que nos concentrar em passar pela primeira fase", completou.

 
<p>O franc&ecirc;s Thierry Henry (&agrave; direta) &eacute; companheiro de equipe de Lionel Messi no Barcelona, que jogou hoje contra o Deportivo La Coru&ntilde;a. REUTERS/Miguel Vidal</p>