Silverstone assina contrato de 17 anos com Fórmula 1

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 12:08 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Os proprietários do circuito de Silverstone fecharam um acordo de 17 anos com o chefe comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, para assegurar o futuro da pista como sede do Grande Prêmio da Inglaterra de F1.

O ex-piloto Damon Hill, campeão mundial de 1996 e presidente do Clubes dos Pilotos de Corrida Britânicos (BRDC, na sigla em inglês) que controla o circuito, disse em entrevista coletiva que o acordo -- que possui uma cláusula de 10 anos para ser rompido -- foi bom para os fãs e para os negócios do automobilismo britânico.

Ele disse que um fracasso nas negociações teria causado danos à imagem do esporte em um país que é a base da maior parte das 13 equipes da Fórmula 1 e de onde saíram os dois últimos campeões mundiais, Jenson Button e Lewis Hamilton.

"Todo mundo sabia bem que o Grande Prêmio não é apenas um evento esportivo, mas também o dínamo de toda a indústria do automobilismo neste país", disse Hill.

Não foram divulgados os detalhes financeiros do contrato, mas o jornal britânico The Times disse que o acordo seria de 310 milhões de libras (510 milhões de dólares) durante os 17 anos, incluindo um aumento anual de 5 por cento.

Ecclestone, que no passado foi bastante crítico ao circuito montado sobre um antigo aeroporto da 2a Guerra Mundial, disse que também estava satisfeito.

"Isso vai garantir que a Grã-Bretanha permaneça no calendário da Fórmula 1 por muitos anos pela frente, o que é algo que eu pessoalmente sempre quis que acontecesse", disse o empresário britânico, de 79 anos, em comunicado.

O Grande Prêmio da Inglaterra de 2010 está marcado para 11 de julho, mesmo dia da final da Copa do Mundo de futebol na África do Sul.

Silverstone foi palco da primeiro corrida de F1 em 1950, mas parecia fora dos planos da categoria após Ecclestone ter firmado um contrato de 17 anos com o circuito de Donington Park a partir de 2010. No entanto, esse acordo não evoluiu, porque Donington não conseguiu levantar os recursos necessários.