Filho de Fidel vira cartola do beisebol mundial

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 19:21 BRST
 

HAVANA (Reuters) - Um dos filhos do ex-líder cubano Fidel Castro foi eleito no fim de semana vice-presidente da Federação Internacional de Beisebol (Ibaf), e como tal participará da campanha para que o esporte volte às Olimpíadas.

Antonio "Tony" Castro, 39 anos, é um dos filhos mais conhecidos de Fidel devido a seu papel como médico da seleção cubana de beisebol, o esporte nacional da ilha caribenha.

A eleição de Tony Castro para a direção da Ibaf ocorreu durante uma reunião no fim de semana na Suíça.

"Sua presença na Ibaf pode ser uma grande influência para o futuro retorno do beisebol aos Jogos Olímpicos", disse na segunda-feira, pedindo anonimato, uma fonte do Inder (Instituto Nacional de Desportes, Educação Física e Recreação).

O jogo de "pelota" é um orgulho nacional para os cubanos, e as vitórias da seleção já serviram como argumento em prol do regime socialista.

O esporte foi levado a Cuba pelos norte-americanos na década de 1860, e muitos cubanos acompanham de perto o beisebol dos EUA apesar da inimizade entre os governos dos dois países.

Fidel, de 83 anos, que é fã declarado do beisebol, governou Cuba por quase cinco décadas, até se afastar do poder por motivos de saúde em julho de 2006, e transferir a Presidência definitivamente ao seu irmão Raúl, no ano passado.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu neste ano que o beisebol ficará de fora dos Jogos de Londres-12 e Rio-16.

(Reportagem de Nelson Acosta)