Técnico da Juventus segue no cargo

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009 10:26 BRST
 

Por Mark Meadows

TURIM (Reuters) - O técnico da Juventus, Ciro Ferrara, está seguro em seu emprego por enquanto, ao passo que o técnico do Bayern de Munique, Louis van Gaal, foi de vilão a herói depois que a equipe alemã derrotou o time italiano por 4 x 1 para chegar a fase eliminatória da Liga dos Campeões.

Jogando em casa a Juventus precisava apenas de um empate na terça-feira e saiu na frente com gol de David Trezeguet aos 19 minutos.

Contudo, o Bayern virou o jogo graças a um pênalti do goleiro Hans Joerg Butt e gols de Ivica Olic, Mario Gomez e Anatoliy Tymoshchuk.

"O técnico não está ameaçado. Ciro é e segue como técnico da Juventus", disse o presidente do clube, Jean Claude Blanc, a repórteres nesta quarta-feira. "Continuamos em frente com nosso projeto".

Uma série de contratações frustrantes minaram o retorno da Juve à elite do futebol europeu depois de ser retirada do Campeonato Italiano por arranjo de partidas em 2006.

Jorge Andrade, Christian Poulsen, Tiago, Sergio Almiron sofreram para impressionar enquanto os brasileiros Diego e Felipe Melo foram vaiados depois da derrota de terça-feira.

O técnico novato Ferrara, que perdeu o jogo anterior em Bordeaux pelo grupo A e agora cai para a Liga Europa, recusou-se a culpar os dois.

"Dividimos as responsabilidades. Esses dois brasileiros são novos. Mas não devemos nos esconder atrás de desculpas", disse ele.

"Nas últimas duas partidas não fizemos nada que merecesse a classificação. Eles jogaram como um grande time e nós tivemos muitos problemas".

 
<p>T&eacute;cnico da Juventus, Ciro Ferraram em foto de arquivo, seguir&aacute; no cargo. REUTERS/Stefano Rellandini</p>