12 de Dezembro de 2009 / às 15:02 / 8 anos atrás

Woods anuncia pausa na carreira e admite infidelidade

<p>Tiger Woods anuncia pausa na carreira e admite infidelidade (foto de arquivo). REUTERS/Michael Fiala/Files</p>

Por Jim Loney e Pascal Fletcher

MIAMI (Reuters) - Tiger Woods anunciou na sexta-feira que fará uma pausa indefinida na sua carreira de golfista profissional, admitindo que traiu sua mulher e sucumbindo às duas semanas de cobertura frenética de sua vida pessoal pela imprensa.

O golfista número 1 do mundo fez o surpreendente anúncio por meio da publicação de uma nota em seu site, na qual ele confessa sua “infidelidade” pela primeira vez, pede desculpas e pede perdão à sua família, a amigos e fãs.

Woods, 33 anos, uma das personalidades esportivas mais admiradas do planeta, casado e pai de dois filhos, até então falava apenas em “transgressões” quando questionado por diversos veículos de imprensa que noticiavam diversos casos extraconjugais.

Antes de começarem as acusações, aconteceu um acidente de carro bizarro do lado de fora de sua casa, na Flórida, em 27 de novembro último, que rapidamente tornou-se a face mais visível de um escândalo sexual de grandes proporções e marcou o início de uma reviravolta negativa em uma carreira até então imaculada.

“Estou profundamente consciente do desapontamento e mágoa que minha infidelidade causou em tantas pessoas, principalmente em minha mulher e meus filhos,” disse Woods.

Sua imagem perfeccionista até então era um imã para patrocínios e incentivos esportivos bastante lucrativos, e de acordo com a revista Forbes, ele foi o primeiro atleta a ganhar 1 bilhão de dólares, tornando-se um dos mais bem pagos profissionais do esporte.

“Depois de muita introspecção, eu decidi por uma pausa indefinida na minha carreira de profissional do golfe. Eu preciso direcionar meus esforços para ser um marido, um pai e uma pessoa melhor,” disse Woods.

O anúncio feito pelo maior golfista de sua geração deixou o mundo do golfe profissional surpreso, ainda que colaboradores próximos a Woods tenham expressado compreensão.

“A integridade da vida de uma pessoa é mais importante que uma carreira profissional. O que mais importa agora é que uma jovem família está tentando lidar com assuntos complicados de uma maneira privada e cuidadosa. Quando e se Tiger retornará aos campos de golfe são questões que só interessam à sua família”, disse eu empresário e amigo Mark Steinberg.

IMPACTO NOS PATROCINADORES?

Ainda que os maiores parceiros comerciais e patrocinadores de Woods - entre eles Pepsi, Gatorade, Procter & Gamble, Gilette, Eletronic Arts e Nike--, sigam ao seu lado, Steinberg reconhece que o anúncio do golfista pode afetar seus relacionamentos no mundo dos negócios.

“Sem dúvida, cada patrocinador tem suas próprias considerações sobre o caso e suas decisões em relação a esse assunto certamente serão compreendidas e aceitas,” disse ele.

Um de seus patrocinadores, a AT&T, disse que apoiava a decisão e que “nossos pensamentos estão com ele e sua família.” Mas acrescentou: “Neste momento estamos avaliando nossa atual avaliação com ele.”

A recusa de Woods em responder às questões feitas pela polícia logo após o acidente que ocorreu na manhã de 27 de novembro último, somada às notícias que davam conta de que ele havia discutido com sua mulher na noite anterior, foram o estopim para uma onda global de especulações sobre sua vida pessoal.

A Polícia Rodoviária da Flórida concluiu a investigação sobre o acidente de Woods ao multá-lo por direção negligente e anunciar que nenhum processo criminal seria instaurado contra ele.

Sua mulher, a sueca Elin Nordegren, disse à polícia que tirou Woods do carro usando um taco de golfe para quebrar uma das janelas do carro. Woods pagou uma multa de 164 dólares.

MIRÍADE DE SUPOSTAS AMANTES

Assim que o escândalo envolvendo sua vida pessoal ganhou força, mais e mais tablóides norte-americanos e britânicos, além de sites de notícias, publicavam notícias e fotos de uma miríade de supostas amantes de Woods, entre elas garçonetes e estrelas pornôs, que alegavam ter um relacionamento com o golfista.

O frenesi midiático motivou Woods a buscar e obter uma decisão da Justiça britânica que proíbe a publicação no país de qualquer foto ou vídeo em que ele apareça nu ou fazendo sexo.

Uma carta dos advogados que acompanha a decisão contém um comunicado que infoma: “esta decisão não deve ser tomada como uma admissão que material dessa espécie exista de fato.”

Alguns veículos de mídia especularam que Woods e sua família poderiam tentar escapar do furacão midiático em que se envolveram ao fazer um cruzeiro com seu luxuoso iate, ou então mudarem para a Suécia, terra natal de sua esposa.

Mas alguns especialistas em relações públicas deixaram claro em suas previsões que Woods encontraria muita dificuldade em desviar a atenção da mídia, mesmo com o anúncio feito na sexta-feira.

“O que ele quer é fazer essa história desaparecer,” disse Howard Bragman, da agência de relações públicas Fifteen Minutes, à CNN.

“Pode ser uma boa estratégia para sua vida pessoal, pode até salvar seu casamento... (mas) não há lugar algum que ele possa ir para se livrar disso,” disse Bragman.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below