Fãs de Tiger Woods lamentam queda do titã do golfe

sábado, 12 de dezembro de 2009 17:42 BRST
 

Por Pascal Fletcher

MIAMI (Reuters) - Fãs, patrocinadores e colegas golfistas lamentaram neste sábado a situação difícil que vive um dos maiores nomes do esporte, após Tiger Woods ter anunciado que ele fará uma "pausa indeterminada" na sua carreira no golfe profissional, em razão de um escândalo sexual que abalou sua vida e sua carreira.

Enquanto muitos torcedores e a grande maioria de seus patrocinadores comerciais expressaram compreensão em relação à decisão do golfista número um do mundo ficar fora do circuito por um tempo para salvar seu casamento, alguns questionaram a cultura da celebridade que o construiu como um ícone social e esportivo quase inquestionável.

Enquanto o mundo assistia a tudo boquiaberto, a imagem que Woods cultivou cuidadosamente desmoronou nas últimas duas semanas, quando um desfile de mulheres -de garçonetes a estrelas pornô-vieram a público revelar que tinham um caso com o golfista de 33 anos, casado e pai de dois filhos.

Em um comunicado postado em seu website na sexta-feira, Woods - primeiro atleta a amealhar a quantia de 1 bilhão de dólares e tido como uma das mais bem-sucedidas personalidades esportivas do mundo - confessou sua "infidelidade" no casamento, depois de ter admitido "transgressões" anteriormente, de maneira vaga.

Ele pediu perdão para seus fãs, família e os que o apoiam, dizendo que ele deixaria o golfe de lado por um período indefinido "para concentrar minha atenção em ser um marido, pai e pessoa melhor".

Enquanto comentaristas tentavam estimar o custo de ter Woods fora do circuito profissional norte-americano de golfe e do mercado global e bilionário do esporte, os comentários brotavam em seu site na Internet, muitos deles apoiando o atleta e sua mulher, a sueca Elin Nordegren.

"Tiger, feliz Natal e feliz aniversário. Aproveite sua folga", dizia um deles, referindo-se ao aniversário de Woods, que complete 34 anos em 30 de dezembro.

Uma outra pessoa, mesmo reconhecendo que Woods "havia saído do bom caminho" ao se comportar dessa maneira, disse que o anúncio "não era o fim do mundo". "Os patrocinadores vão voltar correndo quando ele resolver os problemas de sua vida pessoal. Tiger é humano. Ele cometeu um erro. Todos nós cometemos", escreveu outro fã.   Continuação...