Família é melhor coisa que aconteceu, diz Woods em entrevista

terça-feira, 15 de dezembro de 2009 11:47 BRST
 

WELLINGTON, Nova Zelândia (Reuters) - "Ter uma família é a melhor que já me aconteceu". Essa foi uma declaração do golfista norte-americano Tiger Woods em entrevista gravada antes dele se envolver em um escândalo sexual.

A entrevista, para a emissora paga Sky, foi realizada em Melbourne no mês passado e transmitida na Nova Zelândia na terça-feira.

A emissora tinha a intenção de passar a entrevista no dia 25 de dezembro, mas a antecipou depois que o golfista número 1 do mundo anunciou na sexta-feira que dará uma "pausa por tempo indeterminado" no golfe e admitiu infidelidade no casamento.

A entrevista, feita pelo respeitado cronista esportivo Murray Deaker, tinha como foco principal o relacionamento de Woods com seu caddie (espécie de assistente dos golfistas durante as partidas) Steve Williams, que é neozelandês.

"Família primeiro e golfe segundo, é sempre assim?", perguntou Deaker.

"Sempre", respondeu o golfista. "Foi fantástico, na verdade. Foi a melhor que já me aconteceu."

Woods disse que aprendeu sobre os valores familiares com sua mãe, Kutilda.

"Ela era a disciplinadora na nossa família. Vocês imaginam que meu pai (Earl), um ex-integrante das Forças Especiais, seria o durão, mas não", comentou. "Minha mãe era durona", comentou em um dos poucos momentos da conversa em que sorriu.

Woods disse que passou a ter menos tempo para dedicar ao seu jogo depois de ter se tornado pai, mas disse que a capacidade de gerenciamento de tempo que aprendeu na Universidade de Stanford eram inestimáveis.   Continuação...