Renault vende participação de equipe mas continuará na F1

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 11:52 BRST
 

PARIS (Reuters) - A Renault vai permanecer na Fórmula 1 em 2010 apesar da venda da maior parte de sua escuderia para o grupo de Luxemburgo Genii Capital, informou a montadora francesa nesta quarta-feira.

"A Renault decidiu manter seu compromisso com a Fórmula 1 e abre as portas para a perspectiva de uma parceria estratégica com a Genii Capital, uma empresa de Luxemburgo especializada em novas tecnologias, administração de marcas e automobilismo", disse a equipe em comunicado.

"Após a venda de uma grande parte das ações da equipe Renault Fórmula 1 à Genii, ambos os sócios irão operar na equipe juntos. A carta de intenção assinada pelas duas companhias deve ser concluída no início de 2010".

A empresa disse que a equipe vai continuar como Renault e manterá os "ingredientes-chave" que a levaram ao título mundial em 2005 e 2006.

A Renault, uma das três montadoras que permanecem na Fórmula 1 após as saídas de Honda, Toyota e BMW, vai continuar fornecendo motores para a escuderia e também para a equipe Red Bull, vice-campeã de 2009.

"Estou muito contente por dar as boas-vindas à Genii Capital como nossa nova parceira estratégica e tenho certeza que o entusiasmo deles e expertise em negócios vão criar uma nova dinâmica para a equipe, os funcionários e nossos parceiros", disse em comunicado o presidente da escuderia, Bernard Rey.

O presidente da Genii é Gerard Lopez, cuja companhia de investimentos em tecnologia Mangrove Capital foi uma das primeiras investidoras do Skype.

A escuderia contratou o piloto polonês Robert Kubica para guiar um de seus carros em 2010. A outra vaga segue em aberto.

(Por Alan Baldwin)