Técnico da Itália descarta volta à Juventus depois da Copa

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 10:51 BRST
 

MILÃO (Reuters) - O técnico da Itália, Marcello Lippi, descartou a hipótese de voltar à Juventus depois da Copa do Mundo de 2010.

Lippi, que deixou a seleção depois da vitória na Copa de 2006, voltou ao cargo em 2008, mas nunca falou em continuar depois do Mundial da África do Sul. Há especulações de que voltará ao clube de Turim na próxima temporada, já que o atual treinador do time, Ciro Ferrara, está sob pressão após uma série de maus resultados.

"Não sei o que farei depois da Copa do Mundo, mas não voltarei à Juve, nem como técnico nem como diretor", disse ele à edição de terça-feira da Gazzetta dello Sport.

Lippi, de 61 anos, admitiu ter aconselhado a Juventus a contratar o novato Ferrara depois da demissão de Claudio Ranieri, em maio, e também apoiou a volta do ex-diretor esportivo Roberto Bettega, que deixou o clube depois do escândalo de manipulação de resultados de 2006, mas não chegou a ser formalmente implicado no caso.

A imprensa diz que os dirigentes da Juventus cogitam trazer Bettega de volta para tentar reverter a má fase da equipe.

(Reportagem de Mark Meadows)