Beckham lamenta ter deixado o Manchester United

domingo, 3 de janeiro de 2010 11:36 BRST
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - David Beckham gostaria de ter permanecido com o Manchester United ao longo de toda sua carreira, e não ter deixado o clube em 2003 pelo Real Madrid, afirmou o ex-capitão da seleção da Inglaterra neste domingo.

Beckham retornará ao estádio Old Trafford como jogador pela primeira vez quando seu novo clube AC Milan enfrentará o United em 10 de março em um dos duelos pelas oitavas de final da Liga de Campeões da Europa.

"Eu amaria ter permanecido no Manchester United por toda minha carreira e nunca ter ido a outro lugar --mas não era para ser", afirmou Beckham em entrevista ao BBC Sportsweek.

"Eu fui para o Real Madrid e no último ano nós tivemos sucesso, então eu aproveitei aquele tempo, mas eu gostaria de ter permanecido no Manchester United."

Beckham foi para o Los Angeles Galaxy em 2007 e agora começou seu segundo período de empréstimo no AC Milan, com o objetivo de assegurar um lugar na seleção da Inglaterra este ano.

O talentoso meio-campista disse sentir inveja dos seus ex-colegas de time Ryan Giggs, Paul Scholes e Gary Neville, que despontaram na equipe jovem do United com Beckham e permaneceram no clube.

"Tenho certeza que eles tentarão me chutar se eles puderem porque nós estivemos juntos por tantos anos e tivemos tanto sucesso juntos, afirmou Beckham.

"Fora do campo nos tornamos melhores amigos e por isso tivemos tanto sucesso em um clube como o Manchester United."