Inter passa apertado pelo Chievo: 1 x 0

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 13:09 BRST
 

MILÃO (Reuters) - A Inter de Milão venceu o Chievo por 1 x 0 nesta quarta-feira, numa partida em que o novo reforço Goran Pandev viu seu primeiro gol marcado pelo clube ser "roubado" por Mario Balotelli.

Os atuais campeões ampliaram sua vantagem na liderança para 11 pontos à frente do segundo colocado Milan, que tem dois jogos a menos e recebe o Genoa ainda nesta quarta-feira.

O Chievo reclamou bastante de um pênalti não marcado quando Sergio Pellissier caiu na área numa dividida com Ivan Córdoba. Na sequência do lance, a Inter armou um contra-ataque rápido e marcou o único gol do jogo, logo aos 12 minutos.

Após boa jogada entre Pandev e Wesley Sneijder, Balotelli ficou em boas condições para marcar, mas seu chute foi defendido pelo goleiro. No rebote, o chute do próprio Balotelli foi salvo pela defesa em cima da linha, mas Pandev chegou para marcar.

No entanto, imagens de televisão mostraram que o segundo chute de Balotelli cruzou a linha e mais tarde o gol foi confirmado para ele. O atacante recebeu o cartão amarelo mais tarde e vai desfalcar a equipe na próxima rodada contra o Siena.

"Essa é a Inter. Qualquer um que jogue no time é forte", disse Balotelli à TV.

Pandev não jogava uma partida oficial desde maio, quando foi afastado pela Lazio por uma disputa contratual, mas acabou sendo escalado como titular devido a desfalques no time da Inter, incluindo do atacante camaronês Samuel Eto'o, que apresentou-se à seleção de Camarões para a Copa Africana de Nações.

O jogador da Macedônia compensou sua falta de ritmo de jogo com uma atuação de muita disposição.

O meio-campista Patrick Vieira começou a partida que pode ser sua última pela equipe antes de ser negociado.

"Patrick achou melhor dizer adeus", disse o técnico José Mourinho, acrescentando não saber qual será o destino do francês, apesar das especulações o ligando com o Manchester City.

(Reportagem de Mark Meadows)

 
<p>Marcio Balotelli do Inter de Mil&atilde;o (dir.) desafia Michele Marclini do Chievo, durante jogo da S&eacute;rie A no est&aacute;dio de Betegodi em Verona, no dia 6 de janeiro. A Inter de Mil&atilde;o venceu o Chievo por 1 x 0 nesta quarta-feira. REUTERS/Stefano Rellandini</p>