Clima ameno em Vancouver preocupa organização dos Jogos de Inverno

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 16:46 BRST
 

VANCOUVER, Canadá (Reuters) - O clima excepcionalmente ameno para esta época do ano obrigou as autoridades canadenses a limitarem prematuramente o acesso do público às pistas de esqui que serão usadas na Olimpíada de Inverno, a fim de preservar a neve para o evento de fevereiro.

Funcionários lutam para manter as condições no monte Cypress, depois que a região de Vancouver foi atingida nesta semana por um fenômeno climático vindo do Pacífico que provoca chuva e temperaturas capazes de descongelar a neve.

O monte Cypress é uma pista de esqui nas montanhas próximas a Vancouver. Ele será usado para as provas de esqui estilo livre e snowboard da Olimpíada de Inverno, que começa em 12 de fevereiro.

O acesso do público às pistas de esqui alpino do monte Cypress deveria permanecer aberto por mais duas semanas, mas o comitê organizador da Olimpíada e os gestores da montanha decidiram já fechar o local.

"Fechar cedo o monte Cypress é a coisa responsável a fazer, dado o clima recente, a fim de garantir que estejamos prontos para receber os melhores atletas do mundo dentro de um mês", disse Tim Gayda, vice-presidente esportivo do Vanoc.

Os eventos de esqui alpino e nórdico da Olimpíada de 2010 serão disputados perto da localidade de Whistler, cerca de 125 quilômetros ao norte de Vancouver, em altitudes mais elevadas.

Nas próximas três semanas, os funcionários do monte Cypress irão transferir neve acumulada em elevações mais altas para as áreas de competição. Quando o tempo voltar a esfriar, eles também irão retomar a fabricação de neve.

Os invernos de Vancouver estão entre os mais amenos do Canadá.

(Reportagem de Allan Dowd)

 
<p>A montanha que ser&aacute; usada para a competi&ccedil;&atilde;o de sky freestyle nas Olimp&iacute;adas de Inverno de 2010 debaixo de uma forte chuva no oeste de Vancouver, Canad&aacute;, 13 de janeiro de 2010. Muitos dias de chuva levaram as autoridades a fechar a montanha para preservar a neve para os Jogos, que come&ccedil;am no dia 12 de fevereiro. REUTERS/Andy Clark</p>