Massa luta para superar trauma da derrota em 2008

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010 10:22 BRST
 

Por Mark Meadows

MADONNA DI CAMPIGLIO, Itália (Reuters) - O piloto Felipe Massa, da Ferrari, tem mais dificuldades para superar a perda do Mundial de Fórmula 1 em 2008 do que o grave acidente que o impediu de completar a temporada passada.

O brasileiro perdeu o título de 2008 para Lewis Hamilton por um ponto, na prova final, em Interlagos. Massa venceu a corrida, mas na última curva Hamilton conseguiu a quinta colocação, que lhe dava o título. Massa provavelmente teria vencido o campeonato se não fosse a manipulação de resultados promovida pela Renault no GP de Cingapura daquele ano, que só veio à tona em 2009.

No ano passado, o piloto da Ferrari foi atingido na testa por uma mola que se soltou do carro de Rubens Barrichello, durante treinos para o GP da Hungria, em julho. Desmaiou na hora, bateu o carro na barreira de pneus e teve de ficar o resto da temporada afastado.

"Fisicamente, me sinto melhor agora do que antes do acidente", disse ele a jornalistas na estação de esqui de Madonna di Campiglio, onde a Ferrari realiza anualmente um evento de pré-temporada. "O acidente não mudou minha vida, não mudou a forma como eu penso ou trabalho."

Ele contou que inicialmente não percebeu a gravidade do acidente. "Eu tinha certeza depois do acidente, quando estava no hospital na Hungria, que estava em posição de não perder nenhuma corrida. Uma vez quase briguei com a minha mulher porque ela disse que eu não correria em Valencia (quatro semanas depois da Hungria)."

Se ele superou esse trauma, o de 2008 foi reavivado por dois fatos recentes. Um deles foi o banimento da F1 imposto pela FIA ao dirigente da Renault Flavio Briatore (medida revertida no mês passado pela Justiça francesa).

No GP de Cingapura em 2008, Briatore ordenou que o também brasileiro Nelsinho Piquet provocasse um acidente para causar a entrada do safety car e facilitar a vitória do outro piloto da equipe, Fernando Alonso.

Massa não tira da cabeça a ideia de que os resultados daquela prova poderiam ser corrigidos, para lhe assegurar o título de 2008. "Honestamente, se você vê algo que não está certo no esporte e é feito de forma que vai contra as regras, não acho que seria difícil mudar o resultado, mesmo que isso não fosse ótimo para o esporte", disse Massa. "Mas todo mundo sabe o que aconteceu em 2008, não vamos ganhar nada olhando para trás."   Continuação...

 
<p>Foto arquivo mostra Felipe Massa pilotando um F2007 na pista de Fiorano em outubro de 2009. Massa parece ter mais dificuldades para superar a perda do Mundial de F&oacute;rmula 1 em 2008 do que o acidente que o tirou das competi&ccedil;&otilde;es na temporada passada. REUTERS/Giampiero Sposito</p>