Djokovic vê enfraquecimento do domínio de Federer e Nadal

domingo, 17 de janeiro de 2010 13:12 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - O número três do mundo, Novak Djokovic, acredita que o domínio de Roger Federer e Rafael Nadal no tênis masculino está lentamente se enfraquecendo.

O sérvio disse neste domingo que o aumento de competidores com chances reais de ameaçar o reinado de Federer e Nadal nos torneios do Grand Slam renovou o esporte.

"Acho que o tênis masculino está ficando muito interessante", disse Djokovic aos repórteres em Melbourne às vésperas do primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália.

"É bom para o esporte ter um bom grupo de jogadores capazes de vencer um grande torneio", acrescentou Djokovic, um dos dois únicos tenistas além de Rafa e Federer a conquistar um dos últimos 19 títulos de Grand Slam quando venceu o Aberto da Austrália, em 2008.

"Nos últimos cinco, seis anos, o domínio de Federer e Nadal foi óbvio. Eles vêm ganhando todos os grand slams que disputam. Mas nos últimos dois anos mais ou menos as coisas estão mudando, temos mais confiança de que podemos vencer um grand slam."

Djokovic, o britânico Andy Murray, o argentino Juan Martin del Potro, que conquistou o Aberto dos EUA no ano passado, o norte-americano Andy Roddick e o russo Nikolay Davydenko representam ameaças ao suíço número um e ao espanhol número dois do ranking.

O sérvio aceitou o convite para disputar o Kooyong Classic como único torneio de aquecimento antes do evento australiano, e adotou uma abordagem mais discreta para manter o frescor.

"Considerando a quantidade de partidas que joguei no ano passado, tentei não me comprometer com quaisquer eventos e só treinar para o Aberto da Austrália, que é o torneio mais importante", disse ele.   Continuação...

 
<p>O tenista s&eacute;rvio Novak Djokovic durante a partida beneficente "Hit for Haiti", antes do Aberto da Austr&aacute;lia em Melbourne, 17 de janeiro de 2010. O evento foi organizado em resposta ao terremoto no Haiti. REUTERS/Mick Tsikas</p>