Maradona quer acabar com 24 anos de maldição argentina na Copa

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010 16:37 BRST
 

PRETÓRIA (Reuters) - A Argentina tem tanto a esperança quanto o desejo de que a seleção de futebol possa acabar com uma maldição de 24 anos ao vencer a Copa do Mundo na África do Sul neste ano, disse na segunda-feira o técnico Diego Maradona.

Maradona, que completou na sexta-feira uma suspensão de dois meses da Fifa por fazer comentários vulgares a jornalistas em Montevidéu após a classificação para o Mundial, ajudou seu país a vencer o campeonato de 1986 no México. A Argentina não ganha a Copa do Mundo desde então.

"Esperamos chegar o mais longe possível. Sabemos que não somos os favoritos, mas temos um grande desejo", disse Maradona a jornalistas durante uma inspeção da base de seu time na Universidade de Pretória.

"Queremos acabar com a maldição depois de 24 anos que não ganhamos (o Mundial). O desejo nunca se vai. A esperança nunca se vai", disse.

Maradona se negou a falar sobre a suspensão, afirmando que não queria atrair mais atenção sobre si mesmo.

Rodeado por um grande contingente de meios de comunicação e uma forte presença policial, o técnico afirmou que estava confiante em um torneio seguro.

"Estamos muito confiantes, não temos nada do que nos queixar", garantiu.

Maradona também se reuniu com jogadores de futebol da Universidade de Pretória, dando bonés da Argentina e conselhos. Na quinta-feira, ele irá inspecionar o Soccer City, o estádio de Johannesburgo que sediará o primeiro e o último jogo da Copa do Mundo.

(Reportagem de Alison Raymond)

 
<p>T&eacute;cnico argentino Diego Maradona quer acabar com 24 anos de maldi&ccedil;&atilde;o argentina na Copa. REUTERS/Siphiwe Sibeko</p>