Tenista brasileiro é absolvido por agressão na Austrália

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 12:28 BRST
 

MELBOURNE (Reuters) - O tenista brasileiro Marcos Daniel foi absolvido da acusação de ter agredido uma torcedora após um bate-boca no Aberto da Austrália.

Autoridades abriram uma investigação sobre o incidente, que ocorreu após a derrota de Daniel na primeira rodada do campeonato contra o colombiano Alejandro Falla na terça-feira, mas não houve como provar que o brasileiro infringiu as regras.

"O departamento de arbitragem do torneio analisou rigorosamente o incidente envolvendo Marcos Daniel na tarde de ontem. Não tomaremos mais nenhuma providência", disse um comunicado da Tennis Australia.

Os organizadores já reforçaram a segurança do torneio este ano, depois que os três últimos campeonatos foram marcados por incidentes violentos.

Apesar disso, mais de 60 pessoas já foram expulsas do local do campeonato nos primeiros três dias do evento.

Na quarta-feira foram expulsas 45 pessoas, inclusive 35 fãs que perturbaram um jogo da segunda rodada entre o chileno Fernando Gonzalez e o turco Marsel Ilhan.

Em 2007, cerca de 150 fãs croatas e sérvios se envolveram em uma briga, atirando garrafas e mastros de bandeiras uns contra os outros.

Em 2008, a polícia usou spray de pimenta contra um grupo de torcedores gregos e, no ano passado, dezenas de fãs sérvios e bósnios se enfrentaram, jogando cadeiras no ar e trocando socos e chutes.

(Edição de Tony Jimenez)

 
<p>O tenista brasileiro Marcos Daniel &eacute; repreendido ap&oacute;s bate-boca com uma torcedora no Aberto da Austr&aacute;lia. Daniel foi absolvido da acusa&ccedil;&atilde;o de agress&atilde;o por falta de provas. REUTERS/Tim Wimborne 19/01/2010</p>