Rossi finaliza testes e entrega carro da Ferrari para Massa

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 19:22 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O campeão de motociclismo Valentino Rossi demonstrou um ritmo impressionante guiando um carro de Fórmula 1 ao longo de dois dias de testes com a Ferrari em Barcelona, encerrados nesta quinta-feira.

Depois de rodar algumas vezes na véspera com pista molhada, o italiano completou mais de 600 quilômetros no Circuito de Catalunha, e seu melhor tempo foi de 1min21s900.

Isso é superior, por exemplo, à melhor volta dessa corrida em 2009 (1min22s762, de Rubens Barrichello) ou ao tempo da pole position (1min20s527, de Jenson Button).

É bem verdade que o motociclista de 30 anos se beneficiou pelo fato de usar um carro modelo 2008 com pneus lisos e pouco combustível, mas pessoas que acompanham a rotina da Ferrari ficaram impressionadas com a capacidade dele para aprender e melhorar seus tempos consistentemente.

"Isso mostra que ele tem talento para progredir", disse um dos observadores.

A Ferrari já tentou recrutar Rossi, e o diretor da equipe, Stefano Domenicali, disse na semana passada que gostaria de verificar a disponibilidade do piloto caso a equipe tenha a chance de inscrever um terceiro carro no futuro.

Rossi, que habitualmente fala em disputar ralis quando deixar a categoria MotoGP, disse ao site da equipe (www.ferrari.com) que teria "dado tudo por esse tempo de volta" no seu sexto teste com um Fórmula 1.

Na sexta-feira, o brasileiro Felipe Massa assume o carro, prosseguindo com sua recuperação depois do grave acidente que sofreu na Hungria no ano passado.

Pelo regulamento, testes com o equipamento atual estão proibidos até 1o. de fevereiro.

"Já que o carro e a pista estavam disponíveis, achei que seria útil voltar à pista por um dia para continuar ganhando confiança com a Fórmula 1", disse Massa ao site.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
<p>O campe&atilde;o de motociclismo Valentino Rossi demonstrou um ritmo impressionante guiando um carro de F&oacute;rmula 1 ao longo de dois dias de testes com a Ferrari em Barcelona. REUTERS/Albert Gea 21/01/2010</p>