Petrova humilha Clijsters no Aberto da Austrália

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 09:03 BRST
 

Por Greg Stutchbury

MELBOURNE (Reuters) - Nadia Petrova mostrou na sexta-feira que não dá espaço ao sentimentalismo e eliminou a belga Kim Clijsters, favorita da torcida, com um humilhante 6-0, 6-1, em apenas 52 minutos, na terceira rodada do Aberto da Austrália.

Em quatro confrontos anteriores, a russa, 19a cabeça de chave, jamais havia derrotado Clijsters, que está retomando sua carreira após uma fase de afastamento.

Petrova não perdeu tempo em impor sua marca, desequilibrando Clijsters com uma série de violentos golpes do fundo da quadra e com muita precisão no seu game de serviço, deixando em silêncio a plateia na Hisense Arena.

A belga, que venceu o Aberto dos EUA em 2009 e o torneio Brisbane International pouco antes do atual Aberto da Austrália, conseguiu apenas cinco pontos no primeiro set e cometeu 17 erros não-forçados.

Se ela esperava que a pausa antes do segundo set lhe daria tempo para se assentar e começar a reagir, a russa tinha ideias diferentes. Venceu o primeiro game sem deixar a rival pontuar, e cedeu apenas dois pontos quando foi a vez de Clijsters sacar, no game seguinte.

Clijsters parecia ter recuperado parte do seu brilho ao conseguir um break point, mas Petrova resistiu. Até o décimo game da partida, a belga estava ameaçada de perder pelo raro placar de 6-0, 6-0, até que finalmente conseguiu confirmar o seu serviço.

Clijsters, aliás, foi a última mulher a conseguir um duplo 6-0 em Melbourne, contra a russa Vasilisa Bardina, na primeira rodada de 2007,

Dois games depois, Petrova voltou a quebrar o serviço de Clijsters, que ainda salvou dois match points da russa, o que de nada adiantou.

(Reportagem de Greg Stutchbury)

 
<p>A tenista belga Kim Clijsters reage durante jogo contra a russa Nadia Petrova no Aberto da Austr&aacute;lia. Clijsters foi eliminada em apenas 52 minutos, com um humilhante 6-0, 6-1 na terceira rodada do campeonato. REUTERS/David Gray 22/01/2010</p>